Acompanhe

09.11
2018

Estivemos no ato “Quem Ama Não Mata”, que buscou contextualizar e denunciar os diferentes tipos de violência contra as mulheres. O nome da manifestação faz referência a ato realizado durante a ditadura militar, que reuniu centenas de mulheres no enfrentamento à violência machista.

#ResistênciaDemocrática #JuntasResistimos #OutraPolíticaéPossível